Eu costumava postar mais sobre trabalho aqui, mas percebi que faz tempo que nao postava nada relacionado. E para aproveitar que fui promovida em julho, resolvi contar sobre esses meus 3 anos aqui e como evoluí no trabalho na Irlanda!

ezd

Estou com a mesma empresa (EazyCity) desde maio de 2014 (dois meses depois que cheguei aqui). Comecei com um estágio part-time, eu trabalhava apenas 3 tardes por semana. O que eu fazia era traduzir artigos de ingles para portugues, escrever artigos em portugues, responder alguns emails de brasileiros e portugueses. Eu fui a primeira brasileira que a empresa teve. O estágio nao era remunerado. Entao por 3 meses eu trabalhava lá sem receber, mas eu sabia que era uma boa oportunidade. Muitas pessoas nao veem dessa forma. Eu ainda estava nos primeiros meses entao ainda tinha o dinheiro que tinha trazido.

Mas foi chegando o fim do estagio (fim de julho) e meu dinheiro foi acabando, claro! Isso porque eu nao gastava muito, só fiz uma viagem (Londres) e nao gastava com transporte. Entao mudei para uma casa mais barata e comecei a procurar emprego. Mas nesse meio tempo a EazyCity me ofereceu um estágio pago. Eu aceitei, e eu recebia 150€ por semana e trabalhava part-time também, porque tinha que ir para a escola, e full-time quando estava de férias. Eu pagava as contas e sobrava bem pouco dinheiro, nao conseguia juntar nada nessa época. Agora eu já tinha mudado um pouco de job, e fazia parte do welcome team, basicamente fazia reservas, respondia emails e telefone, e fazia check ins e check outs de clientes nas casas, ia buscar no aeroporto etc.

ez7

No final de 2014 mudei para uma das casas que eles alugaram para os clientes, entáo ja nao tinha mais os gastos com aluguel e contas. Em 2015 consegui renovar o visto, continuei trabalhando part-time quando estava na escola e full-time quando estava de férias. Em 2015 eu passei de estagiária a funcionária normal entao o salario era o mínimo da Irlanda. O que foi ótimo, mas me mudei de casa entao agora tinha gastos de novo.

Em 2015 uma colega foi embora, e a vaga dela de Assistant Manager ficou livre… e eu poderia assumir a vaga? Nao, por causa do bendito visto e escola, pois tinha que ser alguem que poderia ficar full-time sempre. Uma colega ficou com a vaga, depois ela saiu, outra pessoa entrou, e eu sempre pensando que poderia assumir a posicao mas o visto me impedia!

Renovei o visto pela última vez no comeco de 2016, nesse meio tempo eu já tinha mais responsabilidades, ajudava a minha chefe e quase nao ia mais fazer check ins ou check outs. Nao lidava mais tanto com os clientes, eu era mais responsavel por tarefas administrativas, como atualizar e controlar os pagamentos de alugueis, reservas, cursos, lidar com as agencias parceiras, etc.

ez6

Durante todo 2016 o assunto ”visto” foi o tema do ano. Passei meses reunindo documentos para aplicar para o Stamp 4 De Facto Parnership Visa. Mandei tudo em Novembro e entao fiquei esperando o resultado.

Em março desse ano minha chefe viajou e ficou fora por 3 meses. Entao eles precisavam de alguem pra ajudar na gerencia do escritório, equipe, landlords etc, e alem disso eles me falaram que quando ela voltasse, ela teria outra posiçao na empresa, ou seja, a vaga de gerente ficaria aberta!

No começo eu e meus colegas ficamos assustados. Como iriamos sobreviver 3 meses sem ela de repente? Pra piorar, a assistente de gerente se demitiu. E março é um dos meses mais busy to ano! Mas nesse ponto tenho que agradecer ao meu namorado. Cheguei em casa contando isso pra ele e na hora ele me disse: essa é a sua oportunidade de mostrar que voce dá conta, que voce é a pessoa certa que eles precisam! Entao me forcei a encarar isso dessa forma.

trabalho na irlanda

Minha chefe voltou no final de junho e me ofereceram oficialmente a vaga de gerente da filial de Dublin! E eu que até uns meses atrás só queria ser a assistente… já pulei essa parte.

É MUITO trabalho, muita responsabilidade, mas estou gostando! O que eu faço agora é: gerenciar a equipe e os estagiários, treinar os novos estagiários, lidar com escolas e agencias parceiras, pagar o aluguel das propriedades, controlar a disponibilidade de quartos, fazer relatórios, ir a reunioes…

Atualmente nao tenho um assistente, o que dificulta bastante! Perco muito tempo com detalhes e coisas pequenas de organizaçao do escritório, que poderiam ser feitas pelo assistente, entao está bem cansativo. Mas a vaga vai ser divulgada em breve para pessoas dentro e fora da empresa, entao espero que pelo menos no mes que vem as coisas já estejam mas estruturadas. Setembro também é um mes super busy.

Sou muito grata a eles por me darem uma oportunidade lá no começo, por sempre serem pacientes e flexíveis comigo (quando eu precisava ir pra escola), esperarem até eu conseguir o visto (alguns até se ofereceram pra casar comigo caso eu nao conseguisse! haha) e por confiarem em mim agora.

Além disso estou decidindo qual curso/faculdade começar. Preciso me decidir esse fim de semana! E fora isso, ano passado trabalhei como bar staff no Festival Eletric Picnic, já fiz vários trabalhos voluntários e sou pet sitter nas horas vagas (cuido de gatos e cachorros quando os pais vao viajar! <3)

Anyway, tentei resumir a minha vida profissional aqui na Irlanda, esse foi o meu primeiro emprego e estou aqui até hoje, passando de estagiária a gerente em 3 anos. E se eu posso dar 3 dicas, sao essas: estude muito ingles antes de vir (tem tantos canais grátis no youtube e blogs), traga mais que os 3 mil euros exigidos, e nos primeiros meses, considere um estágio (mesmo nao remunerado)!

E caso voce precise de acomodacao, cursos, pacotes de intercambio, estágio… pode me escrever! Nao só pra Irlanda! E pode rolar um desconto pra leitores do blog, viu?

bethania@eazycity.com | https://www.linkedin.com/in/bethaniadiniz/

Ps: eu adoro ler sobre a experiencia de outras pessoas aqui também, se voce tem um post ou blog sobre isso, deixa o link aqui que eu vou adorar saber!

6 thoughts on “Meu trabalho na Irlanda – de 2014 ate hoje!”

  1. Olá Bethânia:
    Amo ler suas histórias, aliás amo seu blog.
    Parabéns por tanta determinação e coragem de enfrentar todos os desafios e por compartilhar.
    Tenho muita vontade de conhecer a Irlanda e quando decidir com certeza procurarei você.

    Um abraço
    Francis

  2. Que legal Bethania! Acompanho o blog há algum tempo e me perguntei como você tinha resolvido o lance do visto. Que bom que conseguiu e está evoluindo profissionalmente aí na Irlanda!
    Só uma dúvida: você vai fazer algum curso/faculdade por vontade própria né? Não tem mais nada a ver com visto e tal? Curiosidade só hehe
    Parabéns pelo sucesso 🙂

Comments are closed.